7 de dezembro de 2016


No fim da tarde de terça, dia 6 de dezembro, moradores da zona rural da cidade de Aral Moreira, no Mato Grosso do Sul, a 364 km de Campo Grande, testemunharam a passagem de um pequeno tornado pela região. O fenômeno climático curioso e não tão comum no Brasil, foi filmado por um dos moradores.

Confira o momento em que se forma o funil:

Nas imagens divulgadas na internet, é possível ver o momento exato em que a nuvem no formato de funil chega a tocar o solo. Não se sabe a velocidade alcançada pelo vento. Mas, por sorte, ele não causou danos nem deixou pessoas feridas.

Como explica um texto publicado no site do ClimaTempo, o tornado não é tão grande quanto um furacão, seu formato típico é de funil e ele se origina quando uma grande área de instabilidade, como a que foi vista em Aral Moreira, gera nuvens no formato de supercélula, a partir de cumulonimbus. Normalmente, esse tipo de fenômeno dura alguns segundos ou poucos minutos.

No Brasil, os tornados mais perigosos, com ventos acima de 200 km/h, não são comuns. Eles são muito frequentes nos Estados Unidos. Em 1999, por exemplo, um fenômeno desse tipo chegou a incríveis 500 km/h, deixando um rastro de destruição com danos calculados em US$ 1 


Fonte: Revista Encontro

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: