3 de dezembro de 2013

Após a manifestação a frente do Campus Amazônia (Hotel Boulevard), ficou repleta de cartazes deixados pelos manifestantes

Na manhã de hoje(03) aconteceu mais uma paralisação na Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA. Esta, foi convocada pelas entidades representativas das categorias.


Durante a paralisação, estava previsto para acontecer uma Assembleia Tripartite (assim chamada por ser das três categorias: docentes, técnicos e discentes), conforme explícito no edital de convocação, publicada ontem em uma rede social, o qual transcrevo a seguir e volto logo após:

Edital de Convocação para Assembleia Tripartite

Conforme o que foi decidido na Assembleia Tripartite, ocorrida na
sexta-feira (29/11/2013), haverá uma nova ASSEMBLEIA TRIPARTITE amanhã,
03/12/2013, às 10h da manhã.

Os pontos de pauta dessa Assembleia serão:
- Homologação pelo Consun do Resultado da eleição/consulta à primeira reitoria eleita da UFOPA;
- Calendário de ações para a paralisação;

Local: Cantina do Campus Amazônia Boulevard
Data: 03/12/2013
Horário: 10h

VOLTEI:

Pois é, conforme você leu no edital, a assembleia estava prevista para acontecer nas dependências do Campus Amazônia, porém as coisas não andaram do jeito que as três categorias planejaram. É que ainda na tarde ontem a reitoria divulgou uma nota*, suspendendo o "expediente administrativo e as atividades acadêmicas no CAMPUS AMAZÔNIA" durante o dia de hoje (03), "em razão da paralisação anunciada pelas entidades representativas das categorias, de modo a evitar constrangimentos às pessoas e a preservar o patrimônio público", justificava a nota da reitoria.

Deixa eu ver se eu entendi, para a reitoria da UFOPA, manifestação causa constrangimento? É sinônimo de destruição do patrimônio público?  Pois é, alguns podem ter ficado surpresos com a nota acima, mas isto é "fichinha" diante do que estaria por acontecer... Na manhã de hoje(03), estava indo ao hemocentro para procedimentos de rotina, quando decidi dar uma espiadinha no início da manifestação. Ao chegar ao local, me deparei com o Campus Amazônia (Hotel Boulevard), com segurança reforçada (até aí tudo bem) e com as portas lacradas com fortes pedaços de madeira. Sim, isto mesmo... as portas foram lacradas, para que ninguém tivesse acesso ao local. Mas, e a assembleia que estava marcada para acontecer nas dependências do prédio? Será se precisaria mesmo de uma medida tão drástica como esta, na tentativa de "preservar o patrimônio público"? Só para esclarecimentos dos incautos, nem aos domingos os Campus da UFOPA são fechados, mas hoje, foi excessão, afinal as três categorias pareciam representar uma ameaça ao patrimônio público. 

Porém, nada foi capaz de deter a determinação das categorias, que não era outra, senão manifestar a indignação com atual administração e exigir que o Conselho Universitário (CONSUN) homologue o resultado da eleição para reitoria da UFOPA - realizada recentemente - onde a professora Raimunda Monteiro sagrou-se vencedora, porém a outra chapa, ao que tudo indica, promete um longo imbróglio judicial por não aceitar a derrota nas urnas(que até então, tinham como certa). Diante disto, a assembleia tripartite aconteceu na calçada em frente ao prédio, numa demostração de que as três categorias estão literalmente do lado de fora das negociações da atual administração. Nesta assembleia foram aprovadas algumas pautas, as quais divulgarei em breve aqui, pois ainda estou aguardando manifestação oficial de alguma entidade representativa de uma das categorias. 
 

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: