30 de janeiro de 2013

Do Blog do Reinaldo Azevedo
Por Gabriela Guerreiro, na Folha Online:
Cerca de 20 manifestantes fizeram hoje um protesto no gramado em frente ao Congresso Nacional contra a candidatura de Renan Calheiros (PMDB-AL) à Presidência do Senado.

Impedidos pela segurança do Congresso de “lavarem” a rampa numa “faxina” para limpeza da Casa, os manifestantes fizeram a lavagem simbólica no lago em frente à sede do Legislativo. O grupo desenhou uma cruz no gramado principal formada com baldes e vassouras. O gesto, segundo o coordenador do movimento, representa a necessidade do Senado “limpar” sua imagem, elegendo um candidato “ficha limpa” para o comando da instituição.

“Pretendíamos fazer um ato simbólico de lavagem da rampa. Seria uma experiência lúdica de uma demanda da sociedade, que não quer ter um presidente ficha suja”, disse o presidente da ONG Rio de Paz, Antônio Carlos Costa. A organização não-governamental é responsável por recolher assinaturas, em uma petição eletrônica, contra a candidatura de Renan. O grupo argumenta que a eleição do líder do PMDB para a Presidência do Senado representa um “tapa na cara da sociedade brasileira e mais um passo das lideranças políticas que hoje controlam o Congresso Nacional para a desmoralização do parlamento”. (…)

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: