12 de outubro de 2012

São Paulo - O processo do mensalão serviu de inspiração para jovens de uma empresa de games do Rio de Janeiro. Eles colocaram no ar um jogo virtual em que o relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, é o personagem principal.

O game já teve mais de 5 mil jogadores cadastrados no Facebook e a meta dos criadores é superar a marca de 100 mil acessos.

"A gente está sempre ouvindo que jovem não liga para o mensalão, para a política. Fizemos esse jogo para mostrar que jovem tem sua voz e não está satisfeito com que temos na política", disse Rubens Blajberj, um dos sócios da empresa PlayerUm.

O jogo, chamado de "A batalha do Mensalão" segue a lógica do clássico Space Invaders, game dos anos 1970 em que o jogador tinha de matar alienígenas invasores.

Na versão, o jogador controla o relator atirando contra o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares e o empresário Marcos Valério. Dirceu e Genoino valem 50 pontos, enquanto os operadores Valério e Delúbio valem 10 pontos.

Existem ainda outros dois personagens no game. O ex-presidente Lula passa por cima da tela cercado por interrogações. "O Lula é um convidado especial, afinal, ele não sabe de nada", brinca Rubens. Quem conseguir acertar o ex-presidente ganha 1.000 pontos. O outro personagem é o revisor do processo, ministro Ricardo Lewandowski, que votou pela absolvição de Dirceu e Genoino. Sua função no jogo é atrapalhar Barbosa.

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: