15 de outubro de 2012

Do Radar On-line:

Governo demite
O governo fechou setembro com a marca de 394 servidores expulsos, demitidos ou destituídos da máquina federal por envolvimento em falcatruas diversas. Não é pouca coisa. Segundo a Controladoria-Geral da União, exclusivamente no mês passado, foram 59 exonerados (recorde histórico para setembro), uma impressionante marca de quase dois por dia.

No acumulado do ano, a gestão de Dilma registra a segunda pior marca já obtida desde a edição do primeiro relatório, em 2003: o placar das exonerações alcançado no mês passado só perde para as 433 demissões ocorridas nos primeiros nove meses de 2011.

Os dados da CGU mostram ainda que o Rio de Janeiro, com 77 exonerados, voltou a liderar o ranking da corrupção na máquina federal, deixando São Paulo em segundo lugar, com 43 demitidos, e o Distrito Federal em terceiro, com quarenta.

O relatório mostra ainda que os ministérios da Justiça (88 degolados) se mantém à frente da Previdência (87). Com 59 exonerados, a Educação continua em terceiro lugar. Com os dados de agosto, o governo chega a 3 927 servidores expulsos por irregularidades, desde 2003.

NOTA DO BLOG:
Seria bom se a mesma medida fosse tomada para "expurgar" os políticos corruptos. É uma pena que, esses números nos fazem entender que no Brasil há dois pesos e duas medidas. 

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: