24 de setembro de 2012

Crime aconteceu na manhã desta segunda-feira, 24.
Local onde aconteceu o crime - Imagem reprodução do Oimpacto
Santarém - Um homem foi assassinado na Praça do Mirante, Centro da cidade, na manhã desta segunda-feira, 24, com dois tiros de arma de fogo. O acusado é um policial rodoviário federal que está de férias em Santarém.

A vítima era David Martins dos Santos, 37 anos, vigilante da praça e que estava armado no momento. Ele teria sido morto após um mal entendido.

“O vigilante teria sacado a arma em direção a ele (policial). O vigilante iria revistar um turista, um rapaz que estava ali em cima, solicitando a carteira de identidade e, no momento em que o vigilante guardou a arma o policial se identificou, mandou ele (segurança) levantar as mãos e ele levantou, só que ele foi para trás dessa pessoa que ele tinha revistado e tentou sacar a arma. Foi nessa hora que o policial rodoviário sacou a arma”, informou o comandante da 16ª Zona de Policiamento (16ª ZPol), major Costa. 
A arma do acusado era uma ponto 40, e a da vítima seria um revolver calibre 38, com a identificação raspada. As duas armas foram apreendidas.

O acusado não quis dar sua versão para o crime. De acordo com a polícia, além do policial rodoviário que estava a paisana, e da vítima, duas mulheres e três rapazes também estavam no local e foram encaminhados a delegacia.

“Já ouvimos o policial, agora vamos ouvir as testemunhas, mas a maioria está confirmando a versão do policial. Vamos encaminhá-los para a Polícia Civil”, finalizou o major Costa.

“A Polícia Civil está fazendo os procedimentos com o apoio da Polícia Militar. Ainda é muito cedo para sabermos o que realmente aconteceu com detalhes. Estamos fazendo isso através das testemunhas e através das perícias e relatório preliminar que vão ser apresentados agora”, informou o delegado Nelson Nascimento. “A arma do vigilante estava com a numeração raspada, municiada e vamos aguardar as perícias”, completou.

“A punição quem vai dar é a justiça. Ele ainda está sendo ouvido. Ele foi apresentado na delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais e, a partir daí, é com a autoridade policial”, afirmou o chefe de policiamento da Polícia Rodoviária Federal em Santarém, inspetor Wendel Martins, informando que será instaurado inquérito administrativo. O policial rodoviário acusado do crime seria de Brasília. (Fonte: Portal Notapajós)

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: