17 de setembro de 2012

Santarém - Nesta semana a greve dos docentes da UFOPA poderá chegar ao fim. Haja vista que ontem(16) o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino(Andes-SN) informou, em nota, que decidiu encerrar a greve. 

Diante disto, os docentes da UFOPA deverão se reunir em Assembleia nesta semana para decidirem se encerram a greve na universidade ou não. Portanto, o título desta postagem é meramente especulativo devido esta nota, pois a palavra final será dada, somente na referida assembleia por meio de votação.

A qualquer momento eu volto com novidades. Enquanto isto, leia abaixo a notícia, onde o Andes informa o encerramento da greve:

Brasília – Depois de mais de 120 dias de greve, o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino (Andes-SN) informou em nota ontem (16) que decidiu encerrar a paralisação nacional de algumas universidades federais que mantinham o movimento. No comunicado, o sindicato explicou que a decisão foi tomada “após avaliação criteriosa do quadro de assembleias gerais”. As comunicações para as universidades sobre o fim da greve começam a ser feitas hoje (17).

De acordo com a nota, ao longo desta semana as instituições serão comunicadas, pois por determinação do Ministério da Educação o período da greve deve ser reposto de forma completa. Cada instituição tem autonomia para organizar o calendário de reposição, mas as aulas devem prosseguir até 2013.

Em julho, o movimento grevista chegou a atingir 56 das 59 universidades federais, além de 34 institutos federais de Educação Tecnológica. Os professores reivindicavam a reestruturação da carreira e melhores condições de infraestrutura nas instituições, além de melhorias salariais.

Em julho, o movimento grevista chegou a atingir 56 das 59 universidades federais, além de 34 institutos federais de Educação Tecnológica. Os professores reivindicavam a reestruturação da carreira e melhores condições de infraestrutura nas instituições, além de melhorias salariais. (Fonte: Jornal do Brasil)

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: