12 de setembro de 2012

Caixa D'Água de Belterra
Apesar de estamos na Amazônia, onde encontra-se, aproximadamente, um quinto das reservas de água  doce do mundo a distribuição de água à população ainda será um grande desafio tanto para o(a) futuro(a) prefeito(a) de Santarém, quanto para o(a) de Belterra. 

Em vários bairros de Santarém a água não chega nas torneiras e os moradores que tem melhores condições financeiras cavam poços e fornecem água aos vizinhos, cobrando assim uma taxa de cada um.  

Já em Belterra, o problema não é apenas dos bairros. No centro da cidade, a pouco mais de duzentos metros da Caixa D'Água -localizada na Estrada Um,  falta água em várias torneiras e alguns moradores utilizam "bombas de água" para conseguirem "sugar" o mais rápido possível a maior quantidade de água para encherem seus reservatórios. Sem a bomba de água, na maioria das vezes, é impossível que água chegue ao chuveiro e várias vezes não chega nem ao menos nas torneiras mais baixas. 

Portanto, espera-se que os(as) candidatos(as) à prefeito(a), tenham além dos discursos algum plano concreto para solucionar este grave problema. Infelizmente são poucos os políticos que se interessam em investir em água e esgoto, devido a encanação ficar debaixo do solo e portanto, não dando tanto "ibope", quando outras coisas mais visíveis, como asfalto, por exemplo.

Aliás, alguém até pode vir com um discurso triunfalista e dizer que muito foi feito nos últimos anos, outros dirão que fizeram mais que seus antecessores e etc. Isto pouco importa à mim e aos moradores que estão carregando água em baldes, para beber, para lavar roupas e etc... O que sabemos é que até agora, o investimento em água foi muito aquém da necessidade da população. Entendam bem, não estou aqui criticando A ou B, estou dizendo que de A à Z, ninguém solucionou o problema e aproveito para incentivar a população à cobrar do poder público para que o mesmo tome as devidas providências para solucionar este problema.

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: