21 de agosto de 2012

Um panfleto com referência ao mensalão está sendo usado, na internet, para atacar a candidata do PT à Prefeitura de Santarém (oeste do Pará), Lucineide Pinheiro.

"Ela sim é do partido do mensalão", diz a imagem, que tem um polegar em sinal negativo.

A atual prefeita, Maria do Carmo, também é do PT e já foi reeleita.

Maria do Carmo foi uma das principais apoiadoras, na cidade, do ex-deputado federal Paulo Rocha (PT-PA), um dos réus do mensalão.

O PSDB, que nega a autoria da peça, havia sido vítima de panfleto com críticas ao candidato tucano à prefeitura, Alexandre Von.

O panfleto anti-PSDB tinha a foto de Von ao lado do governador do Estado, Simão Jatene (PSDB), com as palavras: "Não e não".

É uma referência ao plebiscito pela divisão do Pará. Jatene se posicionou contra a divisão, mas Santarém era a favor. A campanha do PT nega a autoria desse panfleto.

A assessoria do PT afirma que o "debate será no campo das propostas". O candidato tucano diz que não vai explorar o mensalão porque "o eleitor quer saber dos problemas do dia a dia".

Fonte: Folha de São Paulo e Informatizado

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: