10 de agosto de 2012

A creche de quase 1,5 milhão - que o Blog do Ronilson divulgou aqui em primeira mão  - começou a ser construída em Belterra, ou melhor, começaram a preparar o local para construí-la. Já é possível ver o canteiro de obras em construção, com a placa contendo o valor da obra, data do início(12/07/2012) e data do término(12/04/2013). Veja a foto 1 abaixo. Ou seja, conforme a própria placa a construção já iniciou há quase um mês. 
Foto 1 - Placa o valor total da construção da creche. Verba disponibilizada pelo PAC2
Foto: Ronilson Santos
No entanto, a obra que deveria deixar muitos belterrenses felizes, causou o efeito contrário e agora dezenas de belterrenses correm contra o tempo para impedir que a obra continue da forma que está. Quer saber o por que? Eu explico nos parágrafos a seguir...

Até agora a construção não passa de algumas armações de madeira no chão, e a casa - onde em geral a construtora usa para guardar os equipamentos e materiais da obra. No entanto, o motivo do descontentamento dos belterrenses é que a creche começou a ser construída na área da Praça Brasil.
Canteiros de obras da Creche /  Foto: Ronilson Santos
Sim isto mesmo, uma das praças mais famosas e lindas do Pará, devido ao tamanho e excelente arborização. A praça é "considerada como a maior do estado do Pará" e "deverá" fazer parte do patrimônio histórico de Belterra. Digo deverá, pois o  Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) ainda não concluiu o relatório a cerca do patrimônio de Belterra. No entanto, o IPHAN já fez todo o levantamento e segundo informações extra-oficiais o referido relatório deverá sair em breve. Este levantamento, junto com o relatório ajudarão na alocação de recursos para preservação do patrimônio de Belterra. 

Ou seja, se a construção da creche continuar no local em que foi iniciada, sem dúvida nenhuma Belterra estará perdendo a originalidade de um grande e lindo patrimônio histórico. Aliás, antes mesmo do IPHAN fazer o levantamento, a praça já era famosa. É difícil um visitante vir à Belterra e voltar sem que tenha feito um passeio pelas calçadas da Praça Brasil curtindo a maravilhosa arborização que a tornou tão famosa, quanto nossas belas praias. 

Alguém já até ousou falar que o IPHAN autorizou a referida construção, no entanto esta informação ainda não confirmada. Estamos entrando em contato para saber a versão oficial do referido instituto. Apesar disto, mesmo que o IPHAN tenha autorizado, ou venha autorizar no futuro, eu pergunto: será se vale a pena construirmos um prédio na nossa querida praça? E a preservação histórica que sempre falamos? Cabe a nós belterrenses refletirmos e decidirmos com urgência o que queremos. 

Aliás, aproveito para fazer algumas perguntas: De quem foi esta (má) ideia? Ô vereadores, ô prefeito vocês aprovaram esta construção neste local?  Quando a população foi envolvida sobre este assunto?

Espero que os vereadores, não importando se pertencem à base do governo ou à oposição, se são contra ou favor, reflitam na preservação da nossa história, do nosso patrimônio e façam alguma coisa. 

Sem dúvida nenhuma, a creche é muito vinda, irá ajudar dezenas de famílias, de mães e será um ótimo lugar para educação e recreação de muitas crianças.... só não é bem vinda na Praça Brasil. Belterra ainda tem muitos locais, e a Prefeitura pode conseguir um local melhor para abrigar este grande investimento, aliás investimento este que é com o nosso dinheiro, dos nossos impostos, para construir uma creche na nossa cidade, para nossas crianças... Portanto, cabe a nós, a mim e a você nos posicionarmos sobre este assunto e cobrarmos das autoridades competentes, sejam do executivo ou do judiciário, caso seja necessário.

Agora, se você é a favor da obra na Praça Brasil, eu respeito sua ideia caro leitor, mas me desculpe, como belterrense, eu me uno ao coro dos que acham que é possível trazer melhorias para Belterra sem danificar o nosso patrimônio histórico. 

A qualquer momento, eu volto com mais novidades. Me desculpem se em vez de publicar uma notícia, eu a transformei em um artigo, quase editorial. Por enquanto, fique com as fotos a seguir:
Foto: Ronilson Santos
Foto: Ronilson Santos

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: