3 de julho de 2012

Há relatos de que em anos anteriores -  no período eleitoral - em algumas cidades de um país qualquer deste planeta, servidores contratados que trabalhavam em certos órgãos públicos eram chamados por seus chefes e orientados a votarem em seus candidatos para não perderem o emprego. Outros, eram demitidos por não concordarem em fazer campanha para o candidato "do chefe".

Nesta mesma época, diz a lenda que políticos chegavam a ir à certas comunidades que não tinham energia elétrica e pediam o voto de toda comunidade e prometiam que caso eles fossem eleitos, um dia após a eleição resolveriam o problema da comunidade "doando" um motor e um gerador de energia para a comunidade ( digamos que, se caso isto ocorresse na vida real, poderia ser configurado como compra de voto)

Um pouco antes deste período, dizem as lendas, que políticos doavam sopa, camisas, gasolina, frango, chaveiro, carne, carona, areia, tijolo, cimento e até água para os eleitores na tentativa de conquistar-lhes os seus votos. 

Pois é, estamos em mais um ano de eleições, onde cada cidade deste país irá escolher o seu prefeito e seus vereadores. Sei que os "causos lendários" acima - fruto da imaginação de um escritor qualquer -, jamais aconteceriam em nossas cidades, no entanto, caso você veja alguma atitude como esta acontecendo, não perca tempo, dê um jeitinho, faça uma foto com seu celular, grave a reunião, faça um vídeo e denuncie este crime eleitoral. 

Para lhe ajudar, a partir de hoje, vou deixar este banner (igual a imagem acima) da Procuradoria Regional Eleitoral do Pará ao lado direito deste blog. 

Segundo o próprio site do Ministério Público Federal do Pará informa: "Qualquer cidadão pode fazer uma denúncia(representação) ao Ministério Público Federal no Pará. Para facilitar a apuração, é essencial que a representação ofereça a maior quantidade possível de informações, tais como:
  • a época e o local em que o fato ocorreu;
  • se possível, nome e endereço dos suspeitos da conduta ilícita e de prováveis;
  • telefones de contatos que possam auxiliar na investigação.
  • fotos ou documentos comprovando a irregularidade."
Portanto, não fique calado(a). DENUNCIE! AJUDE A MELHORAR ESTE PAÍS!

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: