17 de julho de 2012

"Eu vou na CPI quando eu quiser"



Depois de desacatar um agente penitenciário há quase um mês, o bicheiro Carlinhos Cachoeira prestou um intrigante depoimento ao delegado que comandou a Operação Monte Carlo, Matheus Mella Rodrigues. Entre uma pergunta e outra, o bicheiro disparou, cheio de confiança:

– Eu vou falar na CPI!

O delegado estranhou:

– Mas você não foi convocado.

O bicheiro insistiu:

– Eu vou lá quando eu quiser. Essa CPI é minha. Tem o meu nome. E eu vou ser solto.

A afirmação foi feita uma semana depois de ter conseguido um habeas corpus do desembargador federal Tourinho Neto. Só que, ao contrário do que o bicheiro previa, a tão sonhada liberdade fez água e ele continua em cana até hoje. 

Por Lauro Jardim no Radar On-line

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: