25 de abril de 2012

Foto: PRF/Divulgação
Os corpos dos cinco jovens desaparecidos há uma semana depois de saírem de São Mateus, no norte do Espírito Santo, para Prado, no sul da Bahia, foram resgatados de dentro do rio Mucuri, próximo à cidade baiana de mesmo nome, durante a madrugada desta quarta-feira. O carro em que eles estavam foi encontrado por volta das 20h de ontem dentro do rio, em uma ribanceira mais de 30 m abaixo do nível da estrada, próximo a uma ponte.

Imagem do Terra.com 
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Espírito Santo (PRF-ES), a retirada do veículo começou às 23h30 e só terminou por volta da 1h30. Só então foi possível fazer o resgate dos corpos. Quatro deles estavam dentro do carro, presos pelo cinto de segurança, e o quinto, que estaria viajando no banco do carona, foi encontrado do lado de fora. Para a PRF, a principal suspeita é de que a vítima estivesse sem cinto, mas também é possível que ela houvesse sobrevivido ao acidente e se arrastado para fora. Pelos ferimentos da cabeça e nos braços, no entanto, essa última hipótese era mais remota.

O veículo foi encontrado de cabeça para baixo, dentro do rio. A polícia ainda irá investigar se os estudantes morreram em decorrência da queda do veículo ou por afogamento. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal da cidade baiana de Teixeira de Freitas.

A PRF afirmou que a demora para encontrar o veículo, que sumiu no fim da semana passada, deveu-se a três fatos: houve atraso na comunicação do desaparecimento por parte das famílias; o local onde estava o carro, a mais de 30 m abaixo do nível da rodovia, era de difícil acesso e tinha pouca visibilidade devido à densa vegetação; e, principalmente, os funcionários de um posto da BR-101 que ficava depois do ponto do acidente, sentido Salvador, afirmaram ter visto os estudantes se alimentando no local. A informação levou a polícia a procurar em um trecho errado por algum tempo, atrasando ainda mais o resgate.

Fonte: Terra

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: