28 de abril de 2012

Imagem meramente ilustrativa. 
O perfil do Facebook ou do Twitter de um profissional é visualizado por recrutadores e equipes de RH antes mesmo dele ser chamado para a entrevista. Por isso, zelar pela sua imagem pessoal não é uma tarefa que deve ser ignorada.

Para Rogério Sepa, consultor de carreiras da LHH|DBM, “você é o que você posta”, pois o perfil na rede social é a marca do profissional.

Algumas atitudes podem fazer com que recrutadores fiquem com uma imagem ruim do profissional, confira:

1. Reclamar do chefe ou da empresa

Sepa explica que a primeira consideração que um entrevistador terá ao ler mensagens de insatisfação no mural do profissional é: “não quero trazer essa pessoa para dentro da minha empresa”.

O uso de palavrões e o número de vezes que o profissional posta esse tipo de mensagens só enfatizará que o profissional usa a rede social como um mural de lamentações.

2. Postar mensagens preconceituosas

Para o especialista, qualquer mensagem que tenha uma conotação um pouco mais fanática, seja em relação à religião ou que revele um preconceito forte a determinado assunto, não é bem vista.

3. Excesso de postagens sobre o mesmo assunto

Um profissional que posta seis vezes ao dia sobre o seu time de futebol, por exemplo, coloca em dúvida do quão produtivo é no trabalho.

“Ao analisar o perfil, vejo que um dia ele tem muitos posts sobre o tema e no dia anterior a mesma quantidade de mensagens. Percebo que ele usa a rede social em excesso”, afirma Sepa.

4. Fotos constrangedoras ou com bebidas alcoólicas

Neste aspecto, a frequência é o que mais importa para os recrutadores. Na opinião de Sepa, aparecer de vez em quando com uma foto com um copo de cerveja na mão até pode ser aceitável.

O problema é se o seu álbum de fotos só contém fotos de você bebendo. Dependendo da empresa para o qual o profissional está se candidatando, as chances dele emplacar uma entrevista pessoal diminui

Com informações de Camila Lan, de Exame.com

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: