16 de fevereiro de 2012

Simão Jatene
Hoje o governador esteve em Santarém - município localizado no Oeste do Pará - área chamada por muitos ativistas Pró-Tapajós de "Estado do Tapajós". 

Tentativa de se redimir e mostrar serviço:
Na visita o governador trouxe alguns "presentinho"  à região que foi praticamente unânime em dividir o Pará - 98% dos eleitores votaram a favor da divisão do Pará para criação do Tapajós. O governador agora tenta mostrar serviço e chegou a pregar a união.

Tentativa de justificar porque era - e ainda é - contra a criação do Tapajós:
Jatene ainda tentou se explicar porque que ele era contra a divisão do Estado e disse: "Eu entendo os sentimento legítimo das pessoas. Sempre digo as pessoas o que pretenderam a o tempo inteiro foi uma vida melhor isso é uma coisa legítima. O que discordo é quem sinalizou para pessoas um algo (divisão) que não era verdadeiro como sendo uma saída. A nossa saída é só uma, precisamos ser capazes de nos unir”, explicou.

Jatene argumentou que "O Brasil não precisava de mais Estados”. Segundo ele, a divisão, caso aprovada, abriria um precedente para que outros projetos de criação de Estados fossem colocados em pauta no Congresso Nacional.

O blog Farol do Tapajós deu ênfase às obras que o governador trouxe. Veja abaixo:

O governador Simão Jatene e o vice-governador Helenilson Pontes estão em Santarém, após visitarem o município de Alenquer, onde o governo do Estado assumiu o compromisso de construir a ponte sobre o Rio Curuá, que liga Alenquer ao município de Óbidos. A reivindicação é antiga e já ultrapassava 40 anos de espera.

Já em Santarém, Jatene e Helenilson apresentaram o projeto de modernização e ampliação do estádio Colosso do Tapajós, orçado em 30 milhões de reais, dando ao estádio a capacidade para 20 mil lugares e atendendo todas as exigência da FIFA.

Jatene e Helenilson Pontes anunciaram ainda a construção de um ginásio poliesportivo com capacidade para 5 mil lugares, a ser construído no antigo campo do América, além do Centro de Convenções com local ainda a ser escolhido e a pavimentação de 3km da avenida curuá-una, no trecho compreendido entre a ponte do Urumari até a avenida Mendonça Furtado.

Os deputados estaduais José Megale e Alexandre Von e alguns secretários de estado acompanham o governador Simão Jatene, que no ato na apresentação das obras para Santarém enalteceu a pessoa do vice-governador Helenilson Pontes desta forma: "Se eu pudesse desejar uma coisa boa aos demais governadores, desejaria que tivessem um vice igual ao que eu tenho."
 
Portanto, percebe-se que o plebiscito já começou surtir efeito. O governo que antes estava longe agora tenta se reaproximar. Porém, a visita do governador não foi "tão bem vinda". Muitos desprezaram a presença do governador por  ele ser contra o Tapajós, o que mostra que o sentimento de dividir o Pará para criar o Tapajós está a cada dia mais forte e  nem a visita do governador nem os presentinhos serão capazes de fazer o povo abandonar o seu sonho. Com isto, o governador já deve ter percebido a reação deste povo na eleição para governador. 
 

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: