7 de fevereiro de 2012


"Esta região nunca teve uma economia sustentável. Os ciclos econômicos, desde os tempos históricos, foram ilusórios e passageiros. O conceito de "ciclo econômico" afirma isso: trata-se de uma oscilação do nível da atividade econômica de um país, com uma fase de expansão seguida por outra de contração, como se lê no dicionário Aurélio. Na Amazônia isso se agrava porque as atividades passageiras sempre foram, e são, destinadas à extração ou produção predatória de seus recursos em benefício do exterior, seja do estrangeiro ou do restante do Brasil. Para a gente amazônida fica o que todos conhecemos: buracos das mineradoras, florestas destruídas, rios poluídos, inchaço populacional aqui e ali."

Continue lendo sobre este assunto na postagem do professor e jornalista Manuel Dutra, onde ele mostra o avanço da soja em Belterra: A plantinha da discórdia avança no Oeste do Pará. Um novo ciclo? 
Click aqui e envie sua DENÚNCIA ou SUGESTÃO DE POSTAGEM

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: