12 de janeiro de 2012

Sinceramente senhores. Me desculpem os que pensam contrário, mas preconceito neste Brasil está virando moda. Agora até denúncia de corrupção recebe o nome de preconceito. Eu entendo claramente que o preconceito ainda é grande neste país e precisa ser combatido, porém por favor, não me venham usar a palavra preconceito pra tudo e pra todos, se não este país vai virar baderna. 

Vejam abaixo o a reportagem publicada pelo portal de notícias Terra:
Imagem encontrada na web.
Principal defensor do chefe da pasta da Integração Nacional, o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), disse nesta quinta-feira que as acusações de favorecimento político supostamente cometidas por Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) ocorrem por causa de "preconceito" pelo fato de o ministro ser nordestino. Costa afirmou que as suspeitas de privilégio na liberação de recursos a municípios de Pernambuco, Estado natal de Bezerra, não existiriam se o ministro tivesse base política em São Paulo, por exemplo.

"Vossa Excelência está sendo vítima pelo fato de ser nordestino. Acho difícil que se tivesse havido liberação até maior para Estados como São Paulo tivesse essa celeuma. Isso só acontece quando se trata do Nordeste. Quando se fala de Pernambuco, mesmo que os recursos tenham sido liberados com equidade com vários outros Estados, todos se levantam", disse Costa ao participar da audiência em que o ministro explica, entre outros pontos, os critérios de distribuição de recursos para municípios atingidos pelas fortes chuvas.

"Nunca no Brasil se reclamou quando São Paulo foi agraciado com mais recursos do que qualquer outro Estado", afirmou o líder petista. Aos parlamentares, em audiência na Comissão Representativa do Congresso Nacional convocada durante o recesso parlamentar, o ministro da Integração Nacional negou ter feito direcionamento político de recursos públicos ou atuado para a nomeação de parentes no serviço público.
Fonte: Terra

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: