30 de dezembro de 2011

A zorra total em Belterra é destaque no Potal No Tapajós. Vejam abaixo a postagem publicada no site:

Belterra - Após a confusão que tomou conta da Câmara dos Vereados de Belterra, na manhã desta quarta-feira (28), quando o relatório da CPI que apura possíveis irregularidades na Secretaria Municipal foi votado, os manifestantes ficaram acampados no local. 

Ao retornarem na manhã desta quinta-feira (29), os vereadores teriam encontrado dificuldade para entrar no Plenário. Segundo o vereador Jociclelio Macedo, que apareceu com um hematoma no rosto, ele teria sido agredido por um dos manifestantes que também é funcionário da prefeitura. Para garantir a ordem, o Tático da Polícia Militar de Santarém esteve novamente no local para realizar a segurança. 

Um dos funcionários da prefeitura afirma que foi demitido por se recusar a participar dos protestos contra as decisões da Câmara. Roberto contou que trabalha há 12 anos como segurança no Hospital Municipal de Belterra. Ainda de acordo com ele, o salário está atrasado há dois meses. O prefeito nega a acusação.

Para dar início a sessão, os vereadores precisaram se reunir em uma sala separada da Casa para que o orçamento municipal de 2012 pudesse ser votado. O orçamento apresentado e aprovado pelos vereadores foi fechado em R$ 28.774.334,00. O valor foi aceito pela maior parte dos parlamentares. Dos nove vereadores, apenas o presidente da Câmara Municipal, Ademar Sanches, preferiu não se manifestar.

Leia também:
Decisão Judicial "retorna" o vereador Ademar Sanches à presidência do Legislativo

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: