13 de dezembro de 2011

O marqueteiro Duda Mendonça - que coordenou a campanha pela divisão do Pará disse que a propaganda do "não" à separação fez "terrorismo", sem apresentar argumentos.


Segundo Duda, as frentes contrárias à divisão inventaram mentiras para moradores da região metropolitana de Belém, que ficaria no Pará remanescente, como perda de riquezas naturais. "Que riqueza? O Pará não tem riqueza. As florestas, os rios, os minérios são do governo federal."

Ele disse também que teve de contratar paraenses que moram em São Paulo, porque pessoas do próprio Estado recusaram, com medo de que parentes que trabalham em órgãos públicos sofressem retaliações.

Para Duda, o plebiscito deveria ter ocorrido apenas nas regiões que queriam se separar. "Se tivesse ocorrido plebiscito em Portugal para a independência do Brasil, a gente seria colônia até hoje."

Leia mais em: 'Ganhou a campanha do medo', diz Duda Mendonça sobre plebiscito no PA
Fonte: Folha.uol

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: