14 de dezembro de 2011

É lícito e conveniente participar, de modo prudente, das confraternizações natalinas com a família, os amigos, os colegas de trabalho, etc. Entretanto, em Mateus 2.1-12, aprendemos com os magos do Oriente a celebrar o verdadeiro Natal de Cristo, que nada tem a ver com Papai Noel, árvore colorida, bacalhau, peru, pernil, panetone, rabanada, amigo oculto (ou secreto), etc. 

Quem eram os magos? 

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: