19 de novembro de 2011

Eu gostaria de parabenizar à todos que nos dias de hoje tentam trazer de volta a ditadura à este país. Aqueles que tentam retirar o direito de greve. E tentam calar aqueles que se levantam para reivindicar seus direitos.
(Aperte a tecla IRONIA e leia o parágrafo anterior novamente).

Após mais de 40 dias em greve, onde os professores da rede estadual reivindicam que o governo do Simão Jatene pague o piso nacional da categoria, que é R$ 1.187, as coisas estão tomando um outro rumo, exalando o cheiro de ditadura


Devido à demora da greve, a Justiça do Pará determinou a volta dos professores à sala de aula, mesmo sem que os professores tivessem seus pedidos atendidos. No entanto, a categoria não recuou e decidiu manter a greve. Agora, a Folha.com noticia que "Governo do Pará vai demitir professor que mantiver greve".


Eu poderia comentar a decisão Judicial, mas não farei isto pois não tenho os conhecimentos jurídicos suficientes para tal. No entanto, devo dizer que acho estranho o fato de uma categoria em greve - que está reivindicando por algo que já foi aprovado, que é de direito da categoria, que é piso nacional - ser sentenciada à parar a greve sob a pena de multa diária de R$ 25.000. A justiça não deveria condenar não era o Governo do Pará, por não pagar algo que é direito dos professores?


Eu até entendo a questão das aulas dos alunos, que estão perdendo aulas, que estudarão nas férias e etc. Mas, aqui pra nós, um professor que volta à sala de aula nestas circunstâncias, dará uma boa aula? Aliás, estão tão preocupados com alunos, porque então não querem pagar um melhor salário aos professores, que nitidamente, aumenta sim a qualidade do ensino. Um professor bem remunerado, respeitado tem muita mais chance de ser um ótimo professor em sala de aula.


Se não bastasse a falta de negociação por parte do governo, a ordem de fim de greve por parte da justiça, a multa diária de R$ 25.000, a falta de compreensão de alguns pais e alunos, as coisas ainda podem piorar e muito para os professores. Se o governo do Simão  Jatene, começar à demitir os professores grevista, fica claro e muito claro, que a ditadura voltou literalmente ao Pará. 


Lembram desta cantiga?  "Cade o toicinho daqui? O gato comeu..."


Pois é, nos dias de hoje poderia ser assim: Cadê a preocupação com educação? Cadê o direito de greve? Cadê a liberdade? Cadê a democracia? Cadê? Quem comeu tudo isto? Isso mesmo, a resposta é essa que você pensou. 


Deixe aqui seu COMENTÁRIO: