23 de agosto de 2011

Participaram da audiência 110 docentes; categoria quer 15% e Governo Federal apresenta contraproposta de 4%

    Durante assembleia realizada na manhã desta terça-feira (23), os professores da Universidade Federal de Alagoas aprovaram o indicativo de greve na instituição. Caso não haja qualquer consenso com o Governo Federal, na próxima quarta-feira, 31 de agosto, os alunos terão as aulas suspensas na Universidade. 

    De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da UFAL(Adufal), Antônio Passos, participaram da assembleia 110 docentes. Segundo o professor, a principal reivindicação da categoria é por 15% de reajuste salarial. Em contraproposta, o Governo Federal apresentou um aumento de 4%. 

    “Nós entendemos que esse valor não consegue suprir o que é preciso, já que os 15% que apresentamos diz respeito a defasagem. Além disso, eles só querem cumprir com uma das gratificações”, relata. Além dos reajustes, constam na pauta a política salarial, o Plano de Carreira Docente, e outras questões relacionadas. (Fonte: Gazetaweb.com)

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: