25 de agosto de 2011

      Falta mais de um ano, para as eleições 2012, mas em Belterra o clima anda a todo vapor. Nos bastidores dos partidos políticos, na câmara dos vereadores, na prefeitura e etc...
   
   Nesta semana dois fatos importantes aconteceram na política belterrense, um no PMDB e outro no PT.
    
 No PMDB, o fato foi a saída do advogado Oto Santos, irmão do ex-prefeito Oti Santos, que entrou com requerimento na justiça eleitoral pedindo a sua desfiliação do PMDB. Segundo o blog Portal Belterra, "houve um desentendimento do advogado com o presidente de seu ex-partido, acerca de fatos, envolvendo nomes do PMDB envolvidos em escândalos e possíveis atos de infidelidade partidária, já que o partido não tem uma postura definida no município e que cada parlamentar segue segundo seus próprios interesses. E o descontentamento de Oto, seria justamente porque nestes casos caberia  intervenção do presidente e não houve. Outros comentam que o advogado está deixando o partido visando sua candidatura a prefeito por outra agremiação. Há quem diga também que é devido a questões particulares envolvendo problemas familiares."
  
    No PT, ocorreu algo muito parecido. Trata-se da vereadora Nilda Paixão, eleita pelo PT de Belterra, que - segundo informações do Amazônia News - após ter se "desentendido com alguns membros da cúpula partidária, requereu junto ao Tribunal Regional Eleitoral – TRE afastamento por justa causa. Ou seja, requer seu afastamento do partido, mais que possa continuar ocupando a vaga de vereadora. O Partido dos Trabalhadores quer expulsá-la, alegando “infidelidade partidária”. O caso já está nas mãos da justiça, que após ouvir as partes, vai dar o veredito."(Sic.). A audiência ocorreu no dia 23 de agosto, no Tribunal Regional Eleitoral, em Belém.
    
   Como ainda há tempo para que os políticos troquem de partido visando a eleição 2012, é provável que mais mudanças e "trocas de partidos" possam ocorrer nos próximos dias. E nós continuamos por aqui, em busca de informações. Se você tem alguma informação, questionamento, crítica e etc... comente abaixo, ou envie-nos por e-mail.

Deixe aqui seu COMENTÁRIO: